top of page

Oportunidades no Ensino Médio por Eduarda Kloss


Me chamo Eduarda Kloss, tenho 15 anos e estou cursando o Ensino Médio Técnico em Petróleo e Gás no Instituto Federal do Paraná, apesar disso, meu real sonho é estudar astrofísica, o desconhecido do universo me fascina!

Desde pequena tive um incentivo muito grande por parte dos meus pais em relação aos estudos, mas dentre tudo, eu tinha uma proximidade a mais com matemática, digo que ela foi a primeira a fazer portas se abrirem e eu poder alcançar minhas primeiras oportunidades.


No sétimo ano participei de uma Olimpíada de Matemática, a OBMEP, e ganhei minha primeira medalha de bronze, foi incrível e surreal. A partir dali eu sabia que o que eu queria pra minha vida seria conquistado por base dos estudos, mas fora isso, uma coisa me chamou muita atenção: como haviam poucas meninas ao meu redor para receber a premiação, o auditório era preenchido por uma enorme parcela de garotos o que me levou ao questionamento do porque aquilo acontecia. Se não há tantas meninas comigo agora, como vai ser depois? Será mais difícil pra mim?


Hoje eu entendo quantas barreiras impedem as meninas, desde pequenas, a se aproximarem de oportunidades por meio de estudo, ainda mais em exatas. Tinha a expectativa de que fosse uma área mais inclusiva, mas a realidade é outra. Chegam a duvidar da sua capacidade, pois tem uma visão estereotipada de que mulheres não são capacitadas o suficiente para estarem naquele lugar, levam sua voz menos a sério ou outras experiências nesta linha. E este foi um dos motivos que na verdade me impulsionou ainda mais a seguir a área e superar isto. Desde lá tive muitas conquistas!


Fui medalhista em mais quatro olimpíadas (matemática, astronomia e ciências), ganhei bolsa do CNPq para ter aulas de matemática, faço parte de projeto de pesquisa de Eletroquímica, sou voluntária para dar aulas de física e matemática, participo de um clube de astronomia, além do ingresso do ensino médio técnico em Petróleo e Gás.


Posso dizer que a meu caminho nesse âmbito foi relativamente mais fácil, contei com uma série de privilégios e minha família me entusiasmou desde criança. Sei que ainda estou só no ensino médio e que esse é um caminho mais difícil para muitas meninas, mas nada é tão grande quanto a felicidade de poder seguir a área que você sonha depois de superar as barreiras sociais que temos hoje!


Apesar de ainda sermos minoria na área STEM, nós mulheres podemos conquistar seja qual for a oportunidade e temos o potencial para igualar essa realidade!




205 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone YouTube
bottom of page