Referências bibliográficas nas Normas ABNT

Atualizado: Jul 8

Você sabe o que é a ABNT, o que são, quais são suas normas e qual a importância delas?


ABNT é sigla para Associação Brasileira de Normas Técnicas, uma entidade privada e sem fins lucrativos destinada a padronizar diversas técnicas de produção no Brasil.


A ABNT é responsável por elaborar as Normas Brasileiras (ABNT NBR) que, segundo o guia 6 da coleção do Instituto Cientista Beta, "é um conjunto de normas e regras técnicas relacionadas a documentos, procedimentos ou processos aplicados a empresas ou determinadas situações".


Portanto, as NBRs também padronizam questões relacionadas a produções de textos acadêmicos e científicos, sendo utilizadas na produção de teses, monografias e dissertações acadêmicas. Como exemplo, a NBR 6023 estabelece os critérios em relação às referências em trabalhos escritos. Já a NBR 6028, em relação aos requisitos para apresentação de resumos e redações. A NBR 6022, em relação a artigos em publicação periódica científica impressa. Além de muitas outras.


Toda norma técnica aprovada e publicada pela ABNT possui um código único, normalmente iniciado pela sigla NBR.


A importância da ABNT para a produção acadêmica e científica está no fato de que seu uso ajuda a manter um padrão uniforme na estrutura e apresentação desses trabalhos. Isso facilita a troca de conhecimento e experiências entre pesquisadores de diferentes regiões e universidades. Além disso, a padronização na forma de referenciar um trabalho, por exemplo, facilita que ele seja encontrado e consultado.


Aqui nesse texto, vamos falar especificamente sobre referências ao longo do texto e referências bibliográficas nas normas da ABNT.


Referências ao longo do texto

Informações ou ideias presentes ao longo da sua produção que não são de sua autoria devem obedecer a um padrão de identificação no que se diz a suas fontes.


Dá-se o nome de citação à informação no texto extraída de outras obras a fim de embasar (dar apoio, servir como base) a ideia defendida por você no trabalho.


No geral, as regras de referenciação variam de acordo com o número de autores, a quantidade de citações usadas do mesmo autor e de obras produzidas no mesmo ano, da quantidade de citações, e vários outros aspectos. Aqui, vamos incluir três exemplos de referências ao longo do texto, mas para conferir todas as regras, visite um texto sobre o tema no site da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo clicando aqui. Todos os exemplos a seguir foram retirados desse site.


Citação de um(a) autor(a)

Citar o último nome do autor (em maiúsculo) seguido do ano que a obra foi publicada. Exemplos:

  • LOPEZ (2013) destaca que a globalização implica uniformização de padrões econômicos e culturais em âmbito mundial.

ou

  • A globalização implica uniformização de padrões econômicos e culturais em âmbito mundial (LOPEZ, 2013).

Citação de dois(duas) autores(as)

Da mesma forma que no caso da citação de um autor, coloca-se o último nome dos autores com a conjunção "e" entre eles, seguido do ano de publicação. Exemplos:

  • Segundo LÉBART e DREYFEIS (1972), embora o método Kaiser seja pouco conhecido e utilizado, ele foi discutido há, aproximadamente, 25 anos.

ou

  • Embora o método Kaiser seja pouco conhecido e utilizado, ele foi discutido há, aproximadamente, 25 anos (LÉBART e DREYFEIS, 1972).

Citação de três ou mais autores(as)

Nessa caso, coloca-se apenas o último nome do primeiro autor seguido de uma das duas expressões:

  • "e col." (abreviatura de "e colaboradores")

  • "et al." (abreviatura para as três expressões latinas que diferem apenas no gênero: et alii - "e outros", masculino plural, et aliae - "e outras", feminino plural e et alia "e outros", neutro plural)

É importante manter uma padronização no seu trabalho, portanto escolha apenas uma das expressões e utilize sempre que for referenciar mais de dois autores. Exemplos:

  • CARVALHO e col. (2011) caracterizaram o grupo segundo variáveis sociodemográficas...

ou

  • CARVALHO et al. (2011) caracterizaram o grupo segundo variáveis sociodemográficas...


O que são referências bibliográficas? Por que fazê-las?

Referência bibliográfica é o “conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual” segundo a ABNT.


Ou seja, referência bibliográfica é uma forma padronizada de se referir a uma obra, permitindo que ela seja encontrada com maior facilidade.


Em um trabalho acadêmico ou científico, é importante que você demonstre que as ideias defendidas têm um embasamento em produções prévias e, ao citá-las, é essencial dar os devidos créditos.


A não referenciação ou referenciação incorreta pode acabar no crime de plágio. Segundo o Dicionário Online de Português, plágio é "ação ou efeito de expor ou de mostrar uma obra intelectual de outra pessoa como se fosse de sua própria autoria".


Portanto, todas as produções citadas no seu trabalho precisam ser referenciadas.


O que não pode faltar em qualquer referência de acordo com as NBRs (em ordem)?


A(s) autora(s) e o(s) autor(es)

Esse elemento é central para a localização da origem de uma ideia ou citação incluída no seu texto.


O título do trabalho

Tão importante quanto a autoria é o título. Seria muito difícil identificar o que está sendo referenciado apenas pelos autores já que provavelmente você teria que ler diversas obras até encontrar a frase ou ideia referenciada. Já imaginou?


O título sempre vem em negrito. Se houver um subtítulo, colocamos dois pontos após o título e então o subtítulo sem negrito.


Local

Deixar claro onde o trabalho foi publicado (foi em site? foi em uma revista científica? em um livro? qual? qual foi a edição?). E também colocar as informações da editora que o publicou.


Data

A data é importante para sabermos se a obra está atualizada ou se já foram feitas outras produções que tiveram descobertas mais avançadas.


Além disso, também pode acontecer de você encontrar duas obras com nomes muito parecidos ou com os mesmos nomes.


Como fazer referências bibliográficas de acordo com as NBRs?

Observação: alguns dos exemplos abaixo foram retirados de "Referências bibliográficas nas normas da ABNT: guia completo" por Beatriz Coelho no site blog.mettzer.com e do guia 6 do Instituto Cientista Beta disponível no site https://cientistabeta.com.br/.


Referência bibliográfica de livros

Um(a) autor(a)

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.


Exemplo: PANKHURST, Kate. Grandes mulheres que mudaram o mundo. 1ª ed. São Paulo: VR Editora, 2018.


Dois(duas) autores(as)

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.


Exemplo: SOUZA, Duda Porto de; CARARO, Aryane. Extraordinárias: Mulheres que revolucionaram o Brasil. 1ª ed. São Paulo: Seguinte, 2017.


Três autores(as)

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.


Mais de três autores(as)

SOBRENOME, Nome et al. Título: subtítulo (se houver). Edição (se houver). Local: Editora, ano de publicação.


Exemplo: DILGER, Gerhard et al. Descolonizar o imaginário: debates sobre pós-extrativismo e alternativas ao desenvolvimento. São Paulo: Fundação Rosa Luxemburgo, 2016.


Livro com autor desconhecido

TÍTULO DO LIVRO, Local: Editora, ano.


Exemplo: CASA DE PANO. São Paulo: Editora X, 2021.


Referência bibliográfica da Constituição Federal ou Estadual

LOCAL. Título (ano). Descrição. Local do órgão constituinte, ano de publicação.


Exemplo: BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Centro Gráfico, 1988.


Referência bibliográfica de páginas da internet

Autor da página conhecido

SOBRENOME, Nome. Título. Disponível em <link da página>. Acesso em: dia-mês-ano.